Peixe ao Sal: Pargo Legítimo

 Em Receitas

Receita deliciosa, o Peixe ao Sal (neste caso o Pargo ao Sal), é uma refeição diferente e saborosa, ideal para surpreender os seus amigos e familiares.

O pargo é uma espécie demersal e hermafrodita. Os juvenis encontram-se em zonas pouco profundas e abrigadas. Vão migrando para zonas cada vez mais profundas ao longo da vida e, por volta dos três anos e 24cm, ocorre a 1ª maturação sexual, altura em que se transformam em machos.

Corpo oval, robusto e comprimido lateralmente. Apresenta grandes dentes caniniformes, quatro superiores e seis inferiores, seguidos de dentes caniniformes mais pequenos e obtusos, sendo molariformes no terço posterior; dois primeiros raios da dorsal pouco mais curtos que os seguintes. O dorso é rosado e os lados são mais prateados com uma linha lateral distinta de escamas até à barbatana caudal.

Dificuldade: fácil.
Tempo: médio.
Doses: 4.

INGREDIENTES

– 1 pargo legítimo com cerca de 2 kgs
– cerca de 2 pacotes de sal (1 kg por cada kg de peixe)
– 1 a 2 claras de ovo
– ervas aromáticas (salsa ou coentros)
– 1 cebola pequena

PREPARAÇÃO

Para fazer um Peixe ao Sal, com Pargo Legítimo, de comer e chorar por mais, passe na Nossa Peixaria (ou ligue, que a gente leva-lhe a casa:)), compre o nosso pargo fresco (que é uma riqueza!) e peça para prepará-lo para o fazer no forno ao sal.
Espalhe metade do sal num tabuleiro e coloque o peixinho com as ervas aromáticas e cebola cortada às rodelas dentro da barriga do peixe. Junte as claras ao restante sal, misture e cubra o peixe com o resto do sal, formando uma camada uniforme que o tape completamente.

Leve ao forno aquecido a 190°C durante cerca de 45 minutos. O peixe está cozido quando espetar um palito no lombo do peixe e sair facilmente. Retire do forno e, com muito cuidado, corte a capa de sal toda à volta, de forma a que saia inteira.
Com muito cuidado, retire a pele do peixe e acompanhe com umas migas de brócolos.

Bom apetite!

Artigos Recentes

Deixar um Comentário